Pistas diretas

É um poderoso recurso para tratar Mordidas Cruzadas e outras oclusopatias na infância.
São confeccionadas em resina fotopolimerizavel aplicada á superfície oclusal dos dentes decíduos, individualmente e é uma excelente forma de nivelar o plano oclusal, associadas ao ajuste oclusal. Sendo de fixação direta aos dentes –de- leite, atua 24 hs por dia, independente da colaboração do paciente. É um método preventivo que interrompe o agravamento da má-oclusão, e proporciona a melhora no selamento labial, na fala e na deglutição. .
.
Pistas Diretas Planas.
A mordida cruzada é um tipo de má oclusão que necessita de tratamento precoce para que alterações de base óssea não se instalem no sistema estomatognático em desenvolvimento. Quando funcional, em dentadura decídua ou início da mista, a mordida cruzada pode ser tratada com as pistas diretas Planas, através dos princípios da reabilitação neuro-oclusal. da utilização das pistas diretas, baseados em revisão de literatura. .
As “pistas diretas” foram introduzidas por Pedro Planas e batizadas com essa denominação por Wilma Alexandre Simões. São confeccionadas em resina fotopolimerizável aplicada à superfície oclusal dos dentes decíduos. As PDP são uma excelente forma de nivelar o plano oclusal, associadas ao desgaste seletivo da dentição decídua (ajuste oclusal). As PDP promovem a mudança de postura da mandíbula e pela sua fixação direta aos dentes atua vinte e quatro horas por dia, independente da colaboração do paciente. As PDP podem agir sinergicamente com o emprego de aparelhos ortopédicos funcionais. .
A aplicação da técnica PDP em mordidas cruzadas posteriores funcionais e também em classe II com retrognatismo mandibular na dentição decídua e mista é simultaneamente uma abordagem interceptativa e preventiva porque interrompe o agravamento da má-oclusão. Além disso, seus efeitos são notáveis sob o aspecto funcional e estético, proporcionando melhora no selamento labial, na fala e na deglutição. Os movimentos mandibulares são liberados de interferências patológicas. A confecção das PDP pode ser realizada por método direto ou indireto. .


Caso Clínico

Paciente G.F.D, 5 anos, apresenta Mordida Cruzada unilateral direita, desvio da mandíbula para o mesmo lado cruzado e assimetria na postura corporal. Não conseguia mastigar alimento duro, fazia fonoaudiologia pois tinha dificuldade em soletrar alguns fonemas. Foi realizado Ajuste oclusal e Pistas Diretas com correção imediata da mordida cruzada, reposicionamento da mandíbula para o eixo centro, alinhamento da linha média central e a mãe relatou melhora no posicionamento da língua e fala, melhora na mastigação e melhora na confiança e auto-estima do paciente.


Caso Clínico 2

Paciente S.D.A.F. 6 anos, apresentava Mordida Cruzada unilateral direita com desvio postural da mandíbula para o mesmo lado e assimetria facial. Foi realizado ajuste oclusal e acréscimo de resina (Pistas Diretas) somente no Canino superior direito (de leite), sem uso de aparelho móvel ou fixo. O resultado clínico foi imediato com o reposicionamento e centralização da mandíbula, melhorando a postura corporal e a inclinação da cabeça. OBS.: Pai e Mãe da paciente são fisioterapeutas e ficaram encantados com o resultado clínico imediato da Mordida cruzada da filha.